Clipping Tudo que acontece na mídia

  • Novo app promete ser a solução para economizar nas despesas

    “Seu Real” otimiza pesquisa de preços   ão é de hoje que a tecnologia é aliada do consumidor, o boom dos smartphones colocou a disposição do público milhares de aplicativos, que podem ser usados para diversão, saúde, finanças e alguns ajudam até na hora de fazer aquela economia. É o caso do “Seu Real”, app […]

  • Valor de aluguel de imóveis no centro de São Paulo cai

    Os valores médios de locação na região vão de R$800 a R$2000 DR Brasil Em Baixa Há 2 Horas POR Notícias Ao Minuto Neste momento de instabilidade do real, dúvidas sobre juros e um maior rigor na liberação de financiamento, muitas pessoas que pensavam em adquirir um imóvel preferem aguardar uma boa oportunidade e, com […]

  • TICKET MÉDIO NO DIA DAS MÃES DEVE SER DE R$ 180,00

    Cálculo é da Hibou. Marcas apostam em ações emocionantes, brindes e sorteios para garantir uma fatia dos filhos, que, mesmo com a crise, não abrem mão dos presentes.

  • Pesquisa revela que 87% das mulheres do país consomem produtos eróticos

    Elas, as brasileiras modernas, agora vão direto ao assunto, e não se envergonham! Roubando a cena dentro do mercado e da cultura sexual moderna, segundo dados da pesquisa realizada pela Hibou, realizada com 2 mil mulheres, entrevistadas na rua e por telefone em todo o Brasil.

  • BRASILEIRO PERCEBE MAIS A INFLAÇÃO QUANDO VAI A SUPERMERCADOS

    Segundo pesquisa da Hibou, realizada nas cinco principais capitais do País (Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador e Brasília) para entender as expectativas dos brasileiros (classe média e alta) para 2015.

  • Tudo em um toque

    Os smartphones são cada vez mais importantes na vida das pessoas. Pesquisa recente coordenada pela Hibou (empresa de monitoramento de mercado e consumo) mostra que 52% dos paulistas preferem andar sem calças pelas ruas a sair sem o celular de casa.

  • Curitibanos dão sinais de pessimismo com a economia

    Uma pesquisa sobre as expectativas da classe média brasileira para o novo ano que começa indica que 86% dos curitibanos têm economizado para comprar bens duráveis, índice bem superior à média nacional que ficou em 74%.